Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

ecos de: O Cemitério de Pianos

bem sei que já se falou aqui, e muito bem, deste livro da autoria de José Luís Peixoto. ainda assim, e depois de ler esta obra sua, achei por bem falar um bocadinho do que senti ao lê-la e ao perder-me nela. tenho que dizer que este foi, decididamente, um dos melhores e mais envolventes livros que li nos últimos tempos. o que mais me fascinou e o que mais me fez entregar-me ao livro, às páginas e à história foram as descrições. todos os detalhes.pequenos gestos. esses relatos de pormenores tão banais têm a luz da realidade enquanto são descritos. não uma realidade fictícia mas uma realidade mesmo real. a realidade que é de todos. que é de todos os dias. e essa é, sem dúvida, a magia que nos cativa e nos chama a participar na história. a ser a história. rodopiando entre passado, presente e futuro, o autor conta uma história de muitos tempos. de várias gerações. a história de uma família e dos seus antepassados. da importância que tem o que está para trás para compreender o que está à nossa frente.

linhas que nos prendem, nos agarram e nos fazem querer devorar cada vez mais e melhor cada página.

um livro sobre a vida para todos aqueles que vivem também.

*obrigado eli por me teres emprestado o livro. :)


publicado por Firefly às 13:15
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De eli a 20 de Fevereiro de 2008 às 14:47
gostei da tua review :D
e ainda bem que gostaste do livro. afinal compreende-se o porquê do autor ser considerado um bom escritor que já recebeu diversos prémios.
a realidade que ele expressa nas palavras é demasiado envolvente para se ficar indiferente :)
*


De maryjo a 21 de Fevereiro de 2008 às 01:04
va... o livro é bom pk o escritor tem o nosso curso na nossa faculdade. n sejamos modestas minhas caras. LOL

(brincadeirinha)

epa, voces tao mesmo a despertar-me o interesse por esse livro!!!!!

QUERO LER... e talvez... comprar!!!!!

=)

*muah*


De xary a 25 de Fevereiro de 2008 às 05:57
Nota-se o entusiasmo que sentiste ao ler o livro. E isso é o que mais importa numa 'opinião': transmitir o que se sente. Estou a ver que tenho de me lançar a esse livro, para me maravilhar também. :) As pequenas coisas fazem a diferença e, neste casos, pelos vistos faz um Grande Livro.

Beijos :)


De wupiga a 26 de Fevereiro de 2008 às 20:31
mt bom livro!!!
bem sucedido pelo "cal"...


De Sílvia Fernandes a 26 de Março de 2008 às 23:26
Cada vez sinto-me mais culpada por ainda não o ter lido...

Boas leituras!

http://propostasliterarias.blogspot.com


Comentar post

.mais sobre nós.

.pesquisar

 

.a firefly lê.

.auto-biografia de bernardo soares, livro do desassossego

.a joana lê.

.nineteen eighty-four, george orwell

.a marina lê.

.never let me go, kazuo ishiguro

.a maryjo lê.

.rio das flores, miguel sousa tavares

.a eli lê.

.cultura, dietrich schwanitz

.a sancie lê.

.little men, louisa may alcott

.a xary lê.

.the portable dorothy parker, dorothy parker

.links.

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
29
30

31


.posts recentes.

. rio libertino

. Distance

. um outro amor

. The Sea

. Em busca do carneiro selv...

. Never Let Me Go

. os retornados: um amor nu...

. ...

. duas irmãs, um rei

. The Favorite Game

.tags

. todas as tags

.arquivos.

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tanta gente.

blogs SAPO

.subscrever feeds