Sábado, 6 de Janeiro de 2007

Falsas Aparências

"Everyone looked at her then, and all felt a touch of pity at the sight of the pale-faced girl in her plain black dress, with no ornament but a little silver cross at her throat.Small, thin, and colourless she was, with yellow hair, grey eyes, and sharply cut, irregular, but very expressive features. Poverty seemed to have set its bond stamp upon her(...).

When alone Miss Muir´s conduct was decidedly peculiar. Her first act was to clench her hands and mutter between her teeth, with passionate force, "I´ll not fail again if there is power in a woman´s wit and will!" She stood a moment motionless, with an expression of almost fierce disdain on her face, then shook her clenched hand as if menacing some unseen enemy. Next she laugh, and shrugged her shoulders with a true French shrug, saying low to herself, "Yes, the last scene shall be better than the first. "(...)

Still sitting on the floor she unbound and removed the long abundant braids from her hair, wiped the pink from her face, took out several pearly teeth, and slipping off her dress appeared herself indeed, a haggard, worn, and moody woman of thirty at least. (...) Now she was alone, and her mobile features settled into their natural expression, weary, hard, bitter. She had been lovely once, happy, innocent, and tender; but nothing of all this remained to the gloomy woman who leant there brooding over some wrong, or loss, or disappointment which had darkened all her life.

Este  excerto é so para vos aguçar a curiosidade. Inevitavelmente temos entre mãos uma personagem multifacetada, que passou por algo sombrio que a tem perseguido por toda a vida. Mas atenção, Miss Muir ou anda a tramar alguma ou já a tramou!LOL

 

Hope you like it*


publicado por maryjo às 00:44
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De tati a 6 de Janeiro de 2007 às 16:58
parece-me um bom livro...enjoy!:)


De Firefly a 6 de Janeiro de 2007 às 22:09
ninguém consegue ser igual a vida toda. talvez os traços mais fortes se mantenham mais ou menos firmes. mas há muito que acaba por ser moldado.

inevitavelmente. pelo que nos acontece de "escuro". pelo aquilo que não conseguimos ser. por tudo aquilo que não tem razão clara mas... que nos muda.

;) beijinho grande Mary. queremos + =P lol


De xary a 6 de Janeiro de 2007 às 22:31
a descrição é vívida, quase uma manta de retalhos sobre a personagem. à medida que a 'transformação' vai tendo lugar, começa-se a ganhar mais e mais curiosidade sobre esta personagem misteriosa que deixa um rasto quase lúgubre nos gestos que faz. quero mais também :D

e aquilo bonito que (só) a firefly podia dizer...também assino por baixo :P hehe

maisss! :)

beijos


De eli a 7 de Janeiro de 2007 às 01:24
temos mistério hein???
*


Comentar post

.mais sobre nós.

.pesquisar

 

.a firefly lê.

.auto-biografia de bernardo soares, livro do desassossego

.a joana lê.

.nineteen eighty-four, george orwell

.a marina lê.

.never let me go, kazuo ishiguro

.a maryjo lê.

.rio das flores, miguel sousa tavares

.a eli lê.

.cultura, dietrich schwanitz

.a sancie lê.

.little men, louisa may alcott

.a xary lê.

.the portable dorothy parker, dorothy parker

.links.

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
29
30

31


.posts recentes.

. rio libertino

. Distance

. um outro amor

. The Sea

. Em busca do carneiro selv...

. Never Let Me Go

. os retornados: um amor nu...

. ...

. duas irmãs, um rei

. The Favorite Game

.tags

. todas as tags

.arquivos.

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tanta gente.

blogs SAPO

.subscrever feeds