Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2009

Never Let Me Go

 

 

Há uns tempos atrás, houve um buzz enorme à volta desta obra, para qualquer lado que me virasse sabia, conhecia ou lia sobre pessoas que a tinham lido. Durante uns quantos meses, sempre que fazia uma visita à Fnac, ficava intrigada com a sua capa (que não é igual à desta edição que me foi oferecida) mas deixava-a no mesmo lugar da prateleira.  No verão passado recebi-a como prenda de aniversário e só agora me decidi a descobrir what the buzz was all about...

Bem, começa tudo muito simples: há o despontar de uma história que irá, ao longo da obra, percorrer uma determinada cronologia, vão-se desenvolvendo as personagens. Mas nada que puxe especialmente, apenas se sente que algo aí virá e que se deve continuar a desenrolar o fio da curiosidade. É quase feito de forma muito subtil, até. São utilizadas palavras-chave, cujo significado só se compreende melhor nos capítulos finais mas até chegar esse momento, vamo-nos integrando no mundo do colégio Hailsham e dos Estudantes que nele vão sendo criados e que depois de sairem de lá, continuam a agarrar o seu presente a esse passado que lhes pertenceu mas que nunca souberam compreender por inteiro.

Como disse, há uma subtileza que atinge todos os elementos desta obra. Os Estudantes não são necessariamente Estudantes, o Colégio talvez seja algo mais do que isso e todos eles parecem ter objectivos muito específicos para a sua vida. Pode-se até afirmar que toda ela está planeada.

São especiais mas desconhecem até que ponto ou o que os fez assim. Mas sabem e sentem que algo justifica toda a sua existência. E ao longo da obra, principalmente através de Kathy mas também dos seus amigos, essa existência vai sendo erguida e descortinada. Quereriam vocês saber o Verdadeiro Motivo que vos trouxe ao mundo? Saberiam viver depois com isso?

A história prende a cada página. Puxa pela curiosidade e não faz intenções de a deixar em paz. Queremos saber. Queremos saber...

A Kathy também.

 


publicado por xary às 20:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre nós.

.pesquisar

 

.a firefly lê.

.auto-biografia de bernardo soares, livro do desassossego

.a joana lê.

.nineteen eighty-four, george orwell

.a marina lê.

.never let me go, kazuo ishiguro

.a maryjo lê.

.rio das flores, miguel sousa tavares

.a eli lê.

.cultura, dietrich schwanitz

.a sancie lê.

.little men, louisa may alcott

.a xary lê.

.the portable dorothy parker, dorothy parker

.links.

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
29
30

31


.posts recentes.

. Never Let Me Go

.tags

. todas as tags

.arquivos.

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tanta gente.

blogs SAPO

.subscrever feeds